Cantinho da Mamãe


Sintomas do trabalho de parto

CHEGOU A HORA???

“Como vou saber que estou em trabalho de parto?” Esta é uma das questões mais preocupantes para as grávidas.

O início do trabalho de parto é diferente para cada mulher: algumas sabem imediatamente quando estão realmente no processo de nascimento. Outras podem confundir esse estágio inicial do processo, com gases, azia, dor lombar ou indigestão.

Existem três sinais distintos que indicam que o trabalho de parto começou:

1. Contrações regulares

As contrações (percebidas por algumas mulheres como endurecimento da barriga) são sentidas no abdome – na parte inferior – ou nas costas. Elas ocorrem porque o útero está se contraindo e relaxando ao mesmo tempo, ajudando a abrir o colo e empurrar o bebê para o canal de nascimento. Durante o estágio inicial do trabalho de parto, as contrações são sentidas como cólicas menstruais.

Quando o processo de nascimento começar verdadeiramente, as contrações se tornam regulares. Nos estágios iniciais, usualmente ocorrem em intervalos de 15 a 20 minutos e duram entre 30 e 45 segundos. Conforme o trabalho de parto avança, essas contrações ficam mais freqüentes e duram em torno de 60 segundos.

Na fase em que você sentir de 2 a 3 contrações em 10 minutos e que duram por volta de 45 segundos ou mais, deve procurar o hospital e avisar seu médico. As contrações se mantêm constantes, mesmo se você se deita ou anda. Se perceber contrações regulares e dolorosas antes da 37a. semana, procure imediatamente seu médico ou o hospital, pois poderá estar entrando em trabalho de parto prematuro.

2. Eliminação do tampão mucoso

Durante as últimas semanas de gravidez, o colo começa a ficar fino e dilatar em preparação para o parto, o que pode ocasionar a perda de um tampão mucoso. Quando isso ocorre, você notará a saída de uma substância mucosa pela vagina, com alguns filetes de sangue.

Este não é um sinal de trabalho de parto, e sim que está se aproximando. Na verdade, o trabalho de parto, às vezes, só começa vários dias depois desse sinal. Qualquer quantidade de sangue maior que os filetes acima descritos deve ser relatada a seu médico.

3. Perda de água pela vagina

A perda de água pela vagina indica a ruptura das membranas, ou “bolsa das águas”, que mantêm o líquido amniótico durante a gravidez.

Quando is so ocorre, você não sente dor, apenas a sensação de uma água morna escorrendo pelas pernas. Usualmente, a mulher sente a perda de meio litro de água, mas a quantidade vai depender de onde a bolsa rompeu. Em casos de rupturas altas, a perda de líquido pode ser pequena, apenas suficiente para umedecer a calcinha, sem escorrer.

Além disso, você poderá continuar perdendo l íquido, conforme seu bebê continua a produzi-lo. Tenha em mente que isso é natural, uma parte saudável de seu trabalho de parto, e não machuca seu bebê. Sua bolsa de água pode se romper no começo ou só no final do trabalho de parto.

É importante que seu médico saiba quando você suspeitar da perda de líquido (especialmente se a ruptura ocorrer antes do início do trabalho de parto).

Fonte: http://www.einstein.br/portal2007

Banho do Bebê

Posted in higiêne por Cadê o nenê? em agosto 25, 2010
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
 

Tammy Tube

 

Se a mamãe pudesse fazer um único pedido especial nos primeiros meses de vida de um bebê certamente ela desejaria saber o que aquele choro incessante quer dizer, ou seja, por quê o bebê chora tantas vezes. Uma das explicações discutidas por especialistas do mundo todo é que o bebê, quando desenvolve sua memória a partir do sexto mês de gestação, fica acostumado ao ambiente do útero materno: protegido, aquecido, meio aquático e escuro.

Quando a mãe começa a dar banho no bebê, a água em contato com a pele ativa sua memória e ele percebe que está em um ambiente claro, pouco aquecido e que não está na posição que ele estava acostumado ficar (fetal) enquanto no útero da mãe. Assim, os bebês, na sua maioria, enrijecem os bracinhos e perninhas, movimentos incentivados pelo sistema nervoso central, ligado diretamente ao intestino. Esses movimentos geram contrações e descontrações do intestino, ocasionando cólicas nos bebês algum tempo depois do banho.

E foi pensando em transmitir ao bebê uma transição tranqüila do útero da mãe para o mundo que nasceu o Tummy Tub.

Desenvolvido por Holandeses, o TummyTub é uma banheira terapêutica especialmente elaborada para bebês recém nascidos até os 06 meses de vida. Os bebês, dentro do TummyTub, adaptam-se facilmente à posição fetal e permanecem calmos e relaxados. O plástico usado é transparente, para facilitar a visualização do bebê. O TummyTub não é tóxico e é reciclável. Não existem arestas cortantes, a sua base é anti-derrapante e na parte inferior há um centro de gravidade que permite grande estabilidade e segurança. O fato de ser um reservatório de reduzidas dimensões permite poupar água e energia, mantendo-a quente durante cerca de 20 minutos. Mesmo quando está cheio é fácil de transportar, não só pelo seu reduzido peso, mas também porque têm alças ergonômicas.

O TummyTub é produzido com matéria-prima de alta qualidade, aprovado pelo FDA – Foods & Drugs Administration, uma das mais respeitadas agências de proteção ao consumidor do mundo, e ainda tem o selo de qualidade TUV, da multinacional alemã TÜV Rheinland Group, um dos melhores selos de certificação internacional.

Tudo isso faz o TummyTub a melhor opção para banho do bebê na opinião de mamães de todo o mundo que já comprovaram os resultados terapêuticos da banheirinha mais famosa do mundo.

Esse produto pode ser encontrado em toda a rede de lojas Cadê o nenê? ou na loja virtual.

www.cadeonene.com.br/lojavirtuar

 
 
 
 

Ranking das 10 melhores Maternidades do SUS em SP em 2009

Posted in Dicas,Saúde por Cadê o nenê? em março 18, 2010
Tags: , , , ,

Você vai fazer seu parto pelo SUS? Já escolheu a maternidade?

Para ajuda-la nesta escolha, fica a dica de uma avaliação feita pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo por meio de questionários com os pacientes de centenas de hospitais do estado elegeu, pelo segundo ano consecutivo, os melhores hospitais da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) em São Paulo.

 Aliás comparados com dados divulgados no ano passado, é possível verificar um avanço dos hospitais do interior do estado, que ganharam mais espaço entre os dez primeiros.

 Entre as maternidades, a campeã foi a do Hospital Santa Marcelina, na Zona Leste da capital paulista. Entre as dez primeiras, apenas ela e a do Hospital Estadual de Vila Alpina ficam na cidade.

 Em 2008, seis maternidades da capital paulista estavam nas dez primeiras colocações. Os hospitais Santa Marcelina e Vila Alpina foram os únicos da cidade que se mantiveram no topo do ranking em 2009.

 Confira abaixo a lista das 10 melhores maternidades do SUS em SP em 2009:

 1) Hospital Santa Marcelina – São Paulo – Nota: 9,126
2) Hospital Geral de Itapecerica da Serra – Itapecerica da Serra – Nota: 9,025
3) Hospital Estadual de Vila Alpina – São Paulo – Nota: 9,016
4) Caism (Centro Integral de Atendimento à Saúde) do Hospital das Clínicas – Campinas – Nota: 9,012
5) Hospital Regional de Cotia – Cotia – Nota: 8,982
6) Hospital São Francisco de Assis – Jacareí – Nota: 8,977
7) Hospital Geral de Itaquaquecetuba – Itaquaquecetuba – Nota: 8,936
8  )  Hospital das Clínicas – Ribeirão Preto – Nota: 8,934
9) Hospital Geral de Guarulhos – Guarulhos – Nota: 8,933
10) Hospital Estadual de Sumaré – Ibitinga – Nota: 8,930

 A pesquisa classifica os estabelecimentos com base no grau de satisfação dos pacientes de hospitais conveniados à rede pública.

Eles opinam sobre o atendimento, qualidade do local e tempo de espera. Foram ouvidos 158 mil pacientes, que receberam um formulário por correio, e puderam responder gratuitamente pela internet, carta ou telefone.

 Os vencedores foram os estabelecimentos com maior pontuação média entre os que tiveram 100 ou mais respostas encaminhadas. No caso das maternidades, as que tiveram 30 ou mais respostas.

 As unidades que receberam as notas mais baixas vão receber uma equipe da secretaria. Os técnicos vão verificar o motivo das reclamações dos pacientes.

PHILIPS APRESENTA NOVA LINHA DE PRODUTOS PARA AMAMENTAÇÃO E BEM-ESTAR DOS BEBÊS

Posted in Saúde por Cadê o nenê? em março 12, 2010
Tags: , , , , , , , ,

A Philips, empresa de produtos para cuidados com a saúde, iluminação e estilo de vida, apresenta os produtos especialmente desenvolvidos para facilitar a amamentação e os cuidados com o bebê. Trata-se da linha de produtos Philips Avent, disponivéis em toda as lojas Cadê o Nenê?

www.cadeonene.com.br/lojavirtual

A Avent, líder mundial em produtos para alimentação de bebês, foi adquirida pela Philips em setembro de 2006. A aquisição marcou o início de uma nova fase para o mercado de cuidados com mães e bebês, com inovações significativas para um dos momentos mais importantes da vida das mães e seus filhos.

Os produtos Philips AVENT são recomendados por médicos, elogiados pelas mães e reconhecidos internacionalmente por oferecer uma opção superior para alimentar seu filho recém-nascido, bebê e criança. Até o design da nossa fábrica foi aclamado/aprovado.

Berço – Conforto e Praticidade

Posted in Decoração por Cadê o nenê? em março 12, 2010
Tags: , , , , , , , , ,

Hoje em dia as pessoas procuram por praticidade e principalmente economia. E com os berços também não poderia ser diferente. No mercado achamos duas ótimas opções de compra para essas mamães que procuram esses dois requisitos.

O Berço 3×1 a mamãe utiliza como berço e já vem com a cômoda acoplada, podendo usá-la como trocador. E quando o bebê estiver maior ele transforma-se em cama de solteiro com a cama auxiliar embaixo e a cômoda transforma-se em uma linda escrivaninha. Além de otimizar o espaço do quarto é um produto de longa duração.

Outra opção é o Berço Mini Cama, com ele a mamãe pode aproveitar o mesmo espaço de um berço e transformá-lo em uma mini cama. Esta pode ser usada pelo bebê até seus 5 anos.

Posições de amamentar

Posted in Dicas por Cadê o nenê? em setembro 28, 2009
Tags: , ,
– Posições de amamentar (normal, invertida, de cavalinho…): Diferentes posições podem ajudar em uma melhor pega e melhor drenagem do leite de todos os quadrantes da mama, como na posição invertida. A posição de cavalinho estimula o bebê mais sonolento a mamar.
Mamada Invertida

Mamada Invertida

Mamada Cavalinho

Mamada Cavalinho

Tapetes infantis dão um toque lindo e especial na hora de decorar o quarto do filhote

Posted in Decoração por Cadê o nenê? em agosto 19, 2009
Tags: , , , , , , ,
Tapete Zoo

Tapete Zoo

Ao decorar o quartinho do bebê, a mãe pensa em tudo. Cores, detalhes, objetos. Tudo tem que estar perfeito. Tapetes também fazem parte da decoração. Eles dão um charme a mais para o ambiente, tornando o quartinho do bebê muito aconchegante e delicado.

A absorção dos sons dos passos trás também funcionalidade para esse artigo de decoração. Em cores, tamanhos e motivos variados eles são indispensáveis na composição do quarto.

Algumas pessoas têm receio em usá-los quando pensam no acúmulo de poeira, mas atualmente isso pode ser resolvido através da aplicação de determinados produtos ou confeccionados por outros materiais.IMGP3157

Na hora de comprar o tapete, é importante verificar se eles têm uma camada inferior emborrachada antiderrapante e se não soltam pêlos. “O tapete é essencial para a decoração do quartinho do bebê. Sem tapete, a decoração não fica completa

Os tapetes, de diferentes formatos, são fabricados em lã ou linha, este ideal para criança com problemas respiratórios. Os clientes podem escolher os desenhos em relevo ou em ponto baixo. As crianças gostam muito do tapete em relevo. Para as meninas, os desenhos preferidos são em formatos de flores, bonecas. Para os meninos, eles optam por bola, carrinho, pista de corrida, ursos, bichos da selva. Além de ser um item de decoração, o tapete pode ser um modo das crianças se divertirem também.

IMGP3155

Os cuidados que você deve tomar com a gripe suína durante a gestação

Posted in Saúde por Cadê o nenê? em agosto 18, 2009
Tags: , , , , , ,

Os cuidados que você deve tomar com a gripe suína durante a gestação

Especialistas em saúde afirmam que as mulheres gestantes podem sofrer complicações se contraírem o vírus da gripe suína (tipo A – H1N1), como pneumonia, dificuldades de respiração e desidratação, porque seus sistemas imunológicos são afetados durante o período. As recomendações às gestantes envolvem principalmente um maior cuidado com a higiene, lavando as mãos frequentemente com água e sabão e, na medida do possível, que evitem multidões e aglomerações de pessoas.

Em Londres o governo britânico aconselhou que grávidas e pais com filhos menores de cinco anos de idade evitem multidões e viagens desnecessárias no transporte público para reduzir o risco de contaminação pela gripe suína. As orientações se intensificaram depois que uma mulher que havia contraído o vírus morreu pouco depois de dar à luz.

Os brasileiros estão sentindo na pele a chegada dessa nova pandemia mundial. Apesar de ser parente bem próximo do vírus causador da gripe comum (muito freqüente nessa época do ano) seus sintomas podem ser mais severos e graves, resultando em complicações que também podem levar à morte.

E por causa de todas essas complicações, as autoridades de saúde têm demonstrado uma preocupação especial com as grávidas. A evolução da doença entre elas tem se mostrado preocupante, pois os sintomas, principalmente os respiratórios tendem a se agravar muito rapidamente. Nas grávidas isso é particularmente preocupante, pois elas apresentam uma baixa imunidade comum nesse momento da vida. Órgãos importantes como os pulmões e o coração também sofrem adaptações para garantir as novas necessidades da mãe e do bebê. O corpo da mulher grávida sofre modificações nessa fase, inclusive o sistema imunológico. Dessa forma, elas se tornam mais vulneráveis a esse tipo de doença.

O que as gestantes podem fazer para se defender e evitar o contágio pela nova gripe?

As medidas gerais de prevenção como: evitar lugares fechados e com muitas pessoas, lavar sempre muito bem as mãos, o uso do álcool gel e máscaras protetoras além de evitar o contato com pessoas gripadas são fundamentais.

Se você está grávida e apresentar qualquer sintoma gripal como febre alta, ou tosse ou falta de ar, entre em contato com o seu médico para saber o que fazer. O diagnóstico e tratamento precoces com o medicamento correto são fundamentais para evitar complicações para você e o seu bebê.

pooh-puff-gripe-suina-leitao-piglet

Dicas de Decoração

Posted in Decoração por Cadê o nenê? em julho 22, 2009
Tags: , , , , , , , , ,

Como decorar o quarto do bebê?

Qual mãe não gostaria de preparar um lindo quarto para o nenê que chega ao mundo? Mas cuidado para não exagerar na extravagância. O bebê precisa sim de um ambiente aconchegante, e não um lugar cheio de cores.

“Não enfeite demais o quarto, o excesso traz confusão visual e acúmulo de pó”, Alguns pontos devem ser observados na hora de decorar um quarto.

Primordialmente, o bebê necessita de um ambiente tranqüilo, especialmente nos primeiros meses, para lhe assegurar proteção de ruídos e de aberturas repentinas de portas e janelas.

Em segundo lugar, a área reservada ao recém-nascido deve ser de fácil acesso, para atender o bebê com rapidez quando necessitar. Uma boa opção para começar a decoração do quarto é planejando a distribuição dos móveis. Todos os móveis devem ser práticos, de fácil limpeza e resistentes, independente do estilo escolhido.

Uma dica importante: “Faça uma linha reta entre a janela e a porta do quarto para descobrir o caminho da corrente de vento. Posicione a cama ou o berço fora deste espaço. A partir daí, distribua o guarda-roupa e bancadas”.

Confira algumas dicas que podem ser de bastante utilidade:

a-) Poltronas próprias para amamentar, elas possuem bolsos laterais e podem vir acompanhadas por um puff que auxilia a mamãe em suas jornadas.

Poltronas Cadê o Nenê?

Poltronas Cadê o Nenê?

 

b-) Encostar a cama numa das paredes laterais, libera o meio do quarto e possibilita uma maior circulação dentro do ambiente.Principalmente a noite para não esbarrar em nada que possa fazer barulho.

DSC01482

c-)Paredes com nichos e prateleiras são uma ótima opção para decorar, além de organizar os brinquedos.

Fotos2

d-) Equipamentos de som são interessantes neste cômodo, pois a música pode servir para marcar a hora do banho, do sono, do passeio, isso é muito importante para as mães se comunicarem com os bebês, que assim ficam sabendo a próxima atividade que será executada.

e-) Cores mais suaves que não agitam tanto as crianças, e são muito úteis na hora das brincadeiras tranqüilas, que diminuem o ritmo antes de dormir.

DSC01468

f-) Abajur e Luminárias são acessórios que além de decorar regulam a intensidade de luz, já que luminosidade é outro item importante.

g-) Espelhos estimulam o desenvolvimento, pois a criança observa sua
movimentação, a fala e gestos; use-os colados na parede para eliminar riscos de quebra.

h-) Tapetes de borracha antialérgicos, cortinas removíveis e laváveis e piso revestido de vinil ou laminado plástico para evitar poeira completam o conjunto e oferecem segurança”

Posted in Saúde por Cadê o nenê? em julho 21, 2009
Tags: , ,

Dores na coluna durante a gravidez: como evitar?

Confira algumas dicas para prevenir esse incômodo enquanto espera o bebê chegar

 

Jeanne Callegari e Thais Lazzeri

grravida

 

 

Cerca de 50% das grávidas sentem dores na coluna, segundo o livro Cure sua Coluna (Editora Best Seller), de Arnaldo Libman. A razão é simples: o aumento de peso e, em conseqüência, a modificação da postura, com a mudança do centro de gravidade para a frente do corpo. “Também existe a hipótese de os hormônios atuarem nas articulações, relaxando os ligamentos e causando maior sobrecarga na coluna”, diz o ortopedista Cícero Stahnke. Algumas boas dicas: 

– O ideal é que a mulher se prepare antes da gravidez, principalmente com exercícios físicos. Os grupos musculares que mais protegem a coluna são os abdominais: se eles estiverem fortes, aliviam a sobrecarga da lombar. Os músculos das costas e da parte posterior das coxas também devem ser trabalhados.

– Se a gravidez já começou, também dá para se exercitar. Consulte seu médico para saber se há contra-indicação e não exagere. 

– Evite usar salto alto.

– Se dormir de barriga para cima, coloque um travesseiro debaixo dos joelhos. Se dormir de lado, coloque entre as pernas.

– Cuidado ao se abaixar para pegar um objeto: mantenha a coluna reta e use a força dos joelhos e das pernas.

Próxima Página »